Elesbão Veloso
Estudantes falam sobre a importância de uma Casa do Estudante para cursarem o ensino superior 14/09/2021

Muitos alunos oriundos de famílias carentes de nosso município, alcançam a tão sonhada aprovação no vestibular para cursos, oferecidos em cidades distantes do nosso município, e devido aos altos custos para que estes alunos possam se manter e estudar, estes desistem do sonho da formação superior.

 

 

Uma maneira de ajudar a estes alunos a conseguirem realizar este sonho, que na maioria dos casos é seu e de toda a sua família, seria a criação de uma casa de apoio, onde estes alunos poderiam residir e alimentar-se. Assim os jovens alunos de família humildes reduziram os gastos e conseguiram cursar os seus cursos e assim chegariam a formação superior.

 

 

Iniciativa como está, da criação da casa de apoio para os estudantes do município, se bem idealizada e realizada, pode ser o fator primordial para com que os alunos do município possam alcançar o êxito acadêmico. Um bom exemplo de como é importante, que os municípios de pequeno porte possam ter uma iniciativa como está, para dar apoio a seus alunos é a casa de apoio ao estudante da cidade de Barra D’ Alcântara, que a mais de vinte anos vem apoiado os alunos barrenses na conclusão de suas jornadas acadêmicas. Casa esta que é custeada totalmente pela prefeitura do município.

 

 

Saiba mais sobre a casa de apoio da cidade de Barra D’ Alcântara:

 

 

> Prefeito Mardonio Soares explica como funciona a casa do estudante de Barra D' Alcântara em Teresina: http://valenoticia.net/municipios/barra-d-alcantara/noticias/prefeito-mardonio-soares-explica-como-funciona-a-casa-do-estudante-de-barra-d-alcantara-em-teresina

 

 

Esse é o desejo de muitos alunos elesbonenses que passam no Enem, e tem o sonho de concluir o seu curso, mas devido as poucas condições financeira acabam que por desistir, afim de levar a toda população elesbonense a opinião dos alunos, os quis estão nesta situação, o Grupo Vale de Comunicação ouviu três alunos universitário, os quais apontaram a importância da criação da casa de apoio ao estudante elesbonense.

 

 

A primeira aluna e a jovem Cida Maciel, de 22 anos, aluna do curso de Geografia da Universidade Federal do Piauí – UFPI. A estudante fez ao GVC um relato de como foi como foi sua aprovação e de como está o curso.

 

 

Cida Maciel, de 22 anos, aluna do curso de Geografia da Universidade Federal do Piauí – UFPI

 

 

“Assim que fui aprovada no curso de geografia em 2019 tive muita dificuldade, pois eu ainda não trabalhava, minha mãe não tinha condições de me manter devido os custos mensais serem acima do nosso orçamento e por pouco quase desisti de cursar... Conheço pessoas que devido a condição financeira ou por não ter parentes ou amigos tiveram que desistir de empregos ou cursos na capital. Seria muito importante o incentivo ao estudo por parte da prefeitura com a criação de uma casa para os estudantes, pois nossa cidade está cheia de jovens que deixam seu sonho da formação em ensino superior por conta da situação financeira, tendo esse auxílio com moradia e nas despesas básicas facilitaria a ida dessas pessoas para a capital evitando que as mesmas precisem viajar para outros estados.

Como estudante e cidadã elesbonense faço um apelo ao prefeito de Elesbão Veloso, senhor Rafael Malta, para que seja providenciado a construção da casa do estudante na capital Teresina."

 

 

Outra aluna que nos relatou como seria importante poder  contar com um auxílio como este para aliviar os gastos durante o período do seu curso, foi estudante de Bacharelado em Ciências Biológicas na UESPI, Josélia Macêdo.

 

 

Josélia Macêdo estudante de Bacharelado em Ciências Biológicas na UESPI

 

 

A futura bióloga, que está no 4° período de seu curso, dentre outras coisas destacou que, para quem está cursando curso superior em universidade pública e de grande importância ter uma casa como esta, pois a maioria dos cursos, como o dela a exemplo são realizados em período integral, impossibilitando de que o aluno possa conciliar estudos e trabalho e assim possa ajudar a sua família a arcar com os gastos do seu curso.

 

 

O terceiro aluno que falou ao nosso jornalismo foi o jovem Jonatha Dyego, formado em Técnico de Agropecuária pelo IFPI e também formado no curso superior de Ciências Contábeis. Jonhatha citou que a maior dificuldade que teve ao ir para Teresina estudar foi justamente a questão da moradia, para ele se o município disponibilizasse uma casa para que os estudantes elesbonense pudessem morar enquanto estudam.

 

 

Jonatha Dyego, formado em Técnico de Agropecuária pelo IFPI de Valença e também formado no curso superior de Ciências Contábeis

 

 

Jonhata dentre outros coisas nos informou que antes de ir para Teresina o estudante estabeleceu uma meta, a qual estipulava que em três meses, o jovem deveria conseguir um emprego, para com o salário deste emprego pudesse conseguir se manter na capital e estudar.

 

 

Em contra partida disso a nossa reportagem buscou um dos alunos do município de Barra D´Alcântara, que se beneficiou da casa de apoio do município. A jovem Ana Klésia morou na Casa do Estudante e nos relatou como foi a sua experiencia e a importância da casa do estudante para a conclusão do seu curso de Fisioterapia.

 

 

Ana Klésia Fisioterapeuta barrense, morou na Casa do Estudante de Barra D’ Alcântara e nos relatou como foi a sua experiencia e a importância da casa para a conclusão do seu curso

 

 

“Fui para Teresina em 2013 e morei na casa de Estudante ate 2018, foi um dos pilares essencial para que hoje eu me tornasse fisioterapeuta, pois não teria como pagar aluguel, energia, tudo fora da minha condição financeira e me ajudou muito, pra mim é de extrema importância toda cidade dê esse suporte as estudantes. Deixo aqui meu apelo aos governantes dos municípios e ajudem na luta dos seus estudantes, pois eles serão o futuro da sua cidade”, finalizou Ana.

 

 

Acompanhem na íntegra das entrevistas dos alunos elesbonenses e em seguida a fala da Fisioterapeuta Ana Klésia ao GVC: