Notícia
Bombeiros reduzem estimativa de vítimas de deslizamento na BR-376, no Paraná 01/12/2022

Autoridades do Paraná reduziram as estimativas de possíveis vítimas do deslizamento de terra na BR-376, ocorrido na última segunda-feira, 28. O acidente aconteceu na altura do km 699, em Guaratuba, sentido Santa Catarina. O primeiro desabamento de terra aconteceu por volta das 15h30 quando interditou uma das pistas da rodovia, limitando o fluxo de veículos.

 

Minutos mais tarde, o segundo deslizamento comprometeu ambos sentidos da via, arrastando e soterrando ao menos seis caminhões e entre 10 a 15 veículos. Até o momento, dois corpos foram localizados e seis pessoas foram resgatadas com vida. Inicialmente, o Corpo de Bombeiros trabalhava com a hipótese de 30 a 50 desaparecidos no local da ocorrência.

 

Entretanto, nesta quinta-feira, 1, o número foi atualizado para menos de 30 desaparecidos. “Por causa do grande volume de terra, ainda não é possível especificar com exatidão a quantidade de veículos e vítimas que podem estar soterrados no local”, reforça comunicado do governo paranaense.

 

Equipes de bombeiros, Polícia Científica, Defesa Civil e da concessionária Arteris Litoral Sul seguem trabalhando no local. O foco das operações nesta quinta-feira é a região mais sensível da ocorrência, que é a parte em que a lama soterrou os veículos.

 

A avaliação das autoridades é que a missão é “sensível e demorada, por causa do constante risco que as equipes estão expostas” e a estimativa é que aproximadamente 5 mil metros cúbicos de terra devam ser removidos. As equipes contam com auxílio de máquinas, guinchos, caminhões e cães de buscas para ajudar na remoção dos entulhos e localização dos sobreviventes.

 

Uma câmera térmica também chegou a ser utilizada no local do deslizamento para ajudar a localizar possíveis vítimas pelo calor, mas sem resultados.

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Jovem pan.com