Brasil
Fachin procura MP e manifesta preocupação com operação que deixou 25 mortos no Rio 25/05/2022

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), procurou o Ministério Público do Rio de Janeiro nesta quarta-feira, 25, e manifestou “muita preocupação” com a operação policial que deixou pelo menos 25 mortos na Vila Cruzeiro, na zona norte da capital fluminense. De acordo com o STF, o magistrado conversou com o procurador de Justiça do Estado, Luciano de Oliveira Mattos de Souza, sobre o alto índice de letalidade. Fachin é relator da ADPF 635, que determinou a elaboração de um plano de redução de mortes por intervenção policial em comunidades do Rio. “Ao procurador, o ministro demonstrou muita preocupação com a notícia de mais uma ação policial com índice tão alto de letalidade na data de ontem, mas informou que soube da pronta atuação do Ministério Público e que tem confiança de que a decisão do STF será cumprida, com a investigação de todas as circunstâncias da referida operação”, disse o STF em nota.

 

A ação foi deflagrada pela Polícia Militar nesta terça-feira, 24, com a justificativa de combater o tráfico de drogas na favela da Vila Cruzeiro. Foram confirmadas 25 mortes, entre elas a de um menor de idade e de uma moradora, de 41 anos. A PM informou que dez das vítimas tinham ligação com a facção criminosa Comando Vermelho. A operação já é a segunda mais letal da história do Rio. A primeira foi a do Jacarezinho, em maio de 2021, que deixou 28 mortos. O Ministério Público Federal abriu procedimento para investigar se houve violações por parte dos agentes envolvidos na ação desta terça.

 

 

 

 

Fonte: Jovempan.com