Notícia
Jovem armado invade escolas, mata 3 e deixa ao menos 11 feridos no Espírito Santo 25/11/2022

Duas escolas da cidade de Aracruz, região Norte do Espírito Santo, foram alvos de ataques a tiros na manhã desta sexta-feira, 25, deixando ao menos três mortos e 11 feridos. A informação foi confirmada pelo governador do Estado, Renato Casagrande, em publicação nas redes sociais. De acordo com ele, os disparos aconteceram na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Primo Bitti e uma escola particular do município, posteriormente identificada como Centro Educacional Praia de Coqueiral (CEPC).

 

Uma investigação da secretaria de Segurança e da Educação apura a invasão aos colégios. “Com sentimento de pesar e muita tristeza, estou acompanhando de perto a apuração da invasão nas Escolas Primo Bitti e Darwin, em Aracruz. Todas as nossas forças de segurança estão empenhadas”, afirmou Casagrande. Na tarde desta sexta, o político anunciou a prisão do autor dos disparos. “Nossas equipes de segurança alcançaram o autor do atentado que, covardemente, atacou duas escolas em Aracruz pela manhã”, escreveu o político no Twitter. O governo estadual decretou luto oficial de três dias “em sinal de pesar pelas perdas irreparáveis”.

 

O primeiro ataque teria acontecido por volta das 9h49 desta sexta, segundo imagens captadas por câmeras de segurança e compartilhadas nas redes sociais. Nas gravações é possível ver o momento em que um jovem invade um dos colégios vestido roupa e chapéu camuflado, usando uma máscara para tampar o rosto e segurando uma pistola.

 

Segundo informações da Gazeta do Espírito Santo, que citam o Capitão Alexandre, do 5º Batalhão da Polícia Militar do Estado, foram confirmadas a morte de três pessoas nos ataques, sendo dois professores e um estudante. Em entrevista coletiva, o secretário de Segurança Pública do Estado, Marcio Celante, afirmou que a prioridade das equipes de segurança foi o socorro às vítimas. Segundo ele, na primeira escola, a Primo Bitti, foram 11 vítimas, sendo dois mortos e nove feridos, enquanto na segunda foram identificadas mais três vítimas, incluindo a morte de um estudante.

 

“A informação preliminar, até pelo o que temos de imagens, é de que ele estava sozinho e arrombou o cadeado para acessar a escola. Perto da entrada, fica a sala de professores, onde ele entrou no intervalo, e vitimou docentes”, disse Celante. Agora, os agentes de segurança investigam se o autor dos disparos teve ajuda de terceiros nos ataques.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Jovem pan.com